Música

Efeito Fade

17 abril 2017

Resenha #26 - Profundo

Título do Livro: Profundo
Autora: Robin York
Duologia: Caroline e West #1
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Skoob | Americanas | Saraiva | Amazon | Submarino
Sinopse:
Caroline Piasecki vê sua vida se transformar em um pesadelo quando o ex-namorado espalha fotos dela nua na internet. De uma hora para outra, sua reputação é arruinada e o futuro promissor que a aguardaria após a faculdade já não parece tão garantido. Desesperada, ela tenta fazer com que as imagens sumam da rede e, ao mesmo tempo, procura se defender da multidão de pessoas que a julgam.
Um dia, quando um cara que ela mal conhece sai em sua defesa e dá uma surra em seu ex-namorado, tudo muda. À primeira vista, West Leavitt é a última pessoa de quem Caroline deveria se aproximar - ele tem um ar sombrio e ganha a vida de forma ilícita. Ela, por sua vez, é o tipo de garota que West sempre tentou evitar. Rica e privilegiada, jamais entenderia as dificuldades pelas quais ele já passou.
Mesmo com todas as diferenças, os dois se tornam amigos. Com Caroline, West sente que fará de tudo para ser um homem melhor, e ela encontra nele a força para reagir. Quando parece impossível resistir à paixão avassaladora, West e Caroline descobrem que às vezes a única opção que resta é ir mais fundo.
Olá literários e pessoas apaixonadas por livros em geral!!!
Tudo bem com vocês??

Enfim, consegui ler Profundo \o/ e esse feito consegui graças ao primeiro desafio da Maratona Literária de Verão que faz um bom tempo que aconteceu realizada pelo Victor do canal Geek Freak, também conhecido como Torneio MLV . 

E claro, para aqueles que estão se perguntando qual foi o primeiro desafio do Torneio que me levou a escolher esse livro?? Vocês terão que dar uma bizoiada nesse vídeo um tantinho antigo da Mayra do canal All About That Book ;)

"- É bom se desculpar mesmo. Você foi um cretino comigo e eu simplesmente aceitei. Eu deixei. Mas não vou mais deixar. Se quer ficar comigo, se decida, porra."

Profundo (Deeper) é um livro escrito pela autora Robin York que faz parte da duologia Caroline & West, lançado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro e que traz em seu contexto um assunto delicado mas muito sério.

"O mundo não é um lugar perfeito onde tudo funciona."

O livro começa no ponto em que Caroline se encontra num momento difícil e constrangedor de sua vida, seu namorado ou melhor ex-namorado acabou publicando por vingança fotos íntimas suas na internet e ela sente-se perdida por causa disso. 

"Eu não imaginava que meu par no baile de formatura, meu primeiro namorado, meu primeiro homem, usaria a internet para me chamar de vagabunda viciada em porra na cara..."

Caroline antes conhecida como uma garota certinha, de família rica e privilegiada que estava apenas estudando para sua faculdade de direito, acaba se vendo em volta num escândalo que pode afetar sim todo seu futuro.

"Não sou mais a Caroline Piasecki que, na formatura do ensino médio, subiu ao palco de toga e chapéu para ser a oradora da turma [...]
Sou uma boca com o pau de um cara dentro. Sou um corpo para se olhar, sou pernas para serem abertas."

Mas enquanto Caroline tenta resolver todos seus problemas passando horas e horas procurando por sites em que suas fotos estejam publicadas e fazendo com que elas sejam retiradas do ar, ela também tenta passar o mais despercebida possível das outras pessoas, principalmente dos garotos. 

"A única forma de ser bem-sucedida nesse jogo horroroso de que eu nem quero participar e ficar online por mais tempo do que eu gostaria, vendo coisas que preferiria não ter que ver."

Porém, isso não funciona por muito tempo pois afinal quando um bad boy da sua escola resolve bater em seu ex-namorado Nate (O que eu admito que foi muito bem feito! ¬¬) acaba que a atenção se volta para ela, principalmente quando boatos dizem que esse bad boy fez isso por sua causa.

"Se as pessoas acharem que estamos juntos, ou que a briga entre você e Nate teve haver comigo, vão continuar falando e essa confusão não vai ter fim. Não é isso que eu quero."

West é o típico cara problema, as pessoas sabem que ele é perigoso, se ele resolve bater em alguém ele simplesmente bate, se tiver que infligir alguma regra ele inflige, ele é o típico bad boy na qual toda garota sabe que não deve-se envolver. Porém quando ele resolve dar uma lição em Nate pelo que fez a Caroline, ela se ver na situação de confrontá-lo algo que ela jamais quis fazer.

"O que eu não preciso é de alguém batendo nas pessoas em meu nome. Não posso correr o risco de isso se repetir.
Preciso falar com West."

Quando Caroline e West começam a conviver um com o outro, ambos acabam se tornando a válvula de escape que cada um necessita, entre conversas e brigas a relação dos dois acaba por se estreitando cada vez mais e quando já não há mais volta não conseguem negar a atração que um sente pelo outro.

"Ele me puxa para mais perto com uma mão e me dá um soco imaginário no rosto com a outra.
Eu sei porquê faz isso. Ele não quer que eu me aproxime.
Não sei por quê.
Mas eu vejo. E compreendo.
Eu fico.
West e eu somos uma confusão só."

Eu não vou me aprofundar tanto em relação a história, pois além de não querer dar spoilers para vocês o livro tem muitos pontos similares ao que conhecemos quando vemos um livro que tem como protagonistas um bad boy e uma mocinha.

O grande ponto desse livro é o tema tratado pela autora Robin York que é a vingança pornô, pois enquanto a história de Caroline e West se desenrola podemos ver como algo desse patamar pode atingir uma pessoa de várias maneiras e como as vítimas se sentem culpadas por algo que não é culpa delas.

"Cada palavra que eu lia - cada termo nojento que algum cretino teclava sobre mim em um porão qualquer - me fazia pensar a culpa é minha."

O tema acaba por se tornar interessante principalmente porque a autora sob introduzir bem ele em seu contexto e em sua personagem, pois Caroline é a típica mocinha correta com a vida toda esquematizada que ver sua vida ruir após o vazamento das suas fotos íntimas na internet.

"Sempre que deito e fecho os olhos, meu cérebro me oferece um clipe pornô, e ouço as ofensas masculinas provenientes dos recantos mais sombrios e imundos da internet."

O tema é algo muito pouco tratado na realidade, mas quando ocorre acaba tomando uma proporção que muitas vezes é assustadora e as vítima de casos assim muitas vezes precisam procurar uma válvula de escape pra que assim supere o ocorrido o que não é nada fácil. No livro a autora coloca como válvula de escape o personagem West que é o cara fora dos padrões, mas que demostra para Caroline que a culpa pelo que ocorreu não é dela.

"Ele pôs aquelas fotos lá para as pessoas xingarem você. Ele estava puto com você, certo? Queria que se sentisse péssima. [...] mas você não fez nada de que devesse se envergonhar. Tirou a roupa para um cara, chupou o pau dele, trepou com ele... Grande merda, Caroline. [...] Nada disso tem a ver com quem você é. Aquelas fotos não são você."

No Brasil alguns casos de vingança pornô já ocorreram e uns são bem conhecidos por já terem acontecido com pessoas famosas, porém enquanto em nosso país o caso é visto como crime e a pessoa acaba pagando pelo que fez nos Estados Unidos infelizmente ainda é algo legal e a própria autora deixou uma nota no livro falando sobre isso.
Profundo é um livro que traz uma história que quando você ver já tem devorado, é um livro que tem um alerta e que tenta conscientizar as pessoas sobre algo que é sim crime e que deve sim ser mais conhecido pelo público. A autora Robin York soube como escrever uma história gostosa, apaixonante e viciante do começo ao fim, além de trazer dois personagens que sim são clichês mas que vão conquistar seu coração. Eu mesma já quero um West pra minha vida *-*

A Editora Arqueiro foi um gênio ao trazer a duologia junto e não lançar um livro antes e fazer a gente esperar o outro para sabe-se lá quando!? ;) (Felicidade de leitor é quando não somos feitos de trouxas e não esperamos anos pela continuação de um livro que ficamos ansiosos para ler!!! \o/) As capas estão incrivelmente lindas e ambas se completam, mas elas já me fizeram ficar apaixonada por ser a capa original de uma versão inglês de um livro que sou já casada com ele rsrsrs 

"[...] quem acredita em conto de fadas é idiota."

E sim se você é um apaixonado por livros com bad boys e mocinhas que tem a vida ferrada por algum motivo, então Profundo é o livro perfeito para você ;)

13 comentários :

  1. Achei interessante a premissa dos livros e vou anotar a dica... quem sabe, né?

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá linda,

    Conheço os dois livros desde o lançamento e fiquei mais interessada nas temáticas abordadas como relacionamento abusivo, violência, cibecrimes e tudo mais.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá.

    Eu li esse livro e também achei maravilhoso, pois trata de temas muito importantes. O livro é bem profundo e intenso meeeeesmo. Quando você ler o próximo você vai gostar! Uma pena que vc não tenha dado tantas estrelas assim, mas amei suas considerações e sua resenha.

    Beijos,
    Respire Literatura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marina!!!
      Eu só não dei mais estrelas porque fiquei dividida, então resolvi dar três e ler o segundo que provavelmente vai ganhar mais estrelinhas e estarei considerando a duologia em geral nessa parte rsrsrs
      Mas o livro é muito bom e sim eu quero um West na minha vida, pois admito que ele é muito intenso *-*
      Obrigada pelo comentário e até uma próxima o/

      Excluir
  4. Oie!
    Eu adorei a ideia da autora em publicar os dois livros juntos, assim os leitores não precisaram esperar para ler a continuação. E a história é muito boa, a narrativa da autora foi bem envolvente para mim.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Oi, já li esse livro e gostei muito, porém ainda não Li o segundo é preciso kkk Como ela termina daquele jeito?! Que bom que vc gostou. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Realmente esse negócio de vingança pornô é revoltante, o pior é quando o criminoso faz montagem quando não tem nenhuma foto constrangedora, e nesse mundo onde qualquer um acusa e condena outros via internet sem direito defesa, o estrago é feito instantaneamente. Esse mundo anda tenso

    ResponderExcluir
  7. Pela capa eu diria que era mais um new adult comum, mas essa abordagem me apareceu bem original. Acho que nunca li nada com esse tema.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá, desde o lançamento tenho vontade de ler esse livro, acho interessante a autora ter abordado o tema da vingança pornô, e que bom que pela sua resenha ela soube trabalhá-lo de uma boa forma.

    ResponderExcluir
  9. Olá Antonia, tudo bem?

    Eu lembro do lançamento da duologia, mas na época o assunto acabou não me deixando confortável para que os lesse. Talvez hoje, depois de todo o bafafá acerca da série 13 Reasons Why, que eu também assisti e adorei, eu consiga lê-los.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu li esse livro na época do lançamento e fiquei indignada com o namorado dela, sem falar na reflexão que a autora trouxe, super válida. Uma pena que casos assim ainda aconteçam, e praticamente nada é feito... Pra mim, foi uma ótima leitura!

    ResponderExcluir
  11. Heiii, tudo bem?
    Nossa que enredo surpreendente, nao sabia que se tratava disso e fiquei mto curiosa pra ler.
    Achei legal que as capas tipo se completam e vou comprar os dois de uma vez.
    A ideia do livro é interessante e fiquei curiosa pra saber mais.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  12. Opa, então posso ter bastantes expectativas AHAAHAHAHA Adoro livros assim, desde o seu lançamento a duologia me chamou atenção, mas ainda não tive oportunidade de compra-lá. Você só me deixou com mais expectativas ainda. Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir